Profissionalização do departamento financeiro

O brasileiro é um empreendedor nato. O ambiente de desigualdade extrema que o Brasil viveu e, em partes, ainda vive, faz com que os cidadãos sejam criativos no desenvolvimento de atividades para complementar a renda. Não são raros os casos onde o empreendedor possui um emprego formal e uma atividade extra. Esta “vida dupla” segue até o momento em que o negócio próprio proporcione a renda que o permita deixar o emprego.


O negócio toma corpo e em determinado ponto, o empreendedor se vê em uma situação de dificuldade por falta de gestão. Na maioria dos casos, o empreendedor conhece seu negócio e o mercado em que atua, mas não possui formação técnica mínima para gerir sua empresa. Ou ele dedica seu tempo ao comercial ou à gestão. Então chega-se a um ponto de inflexão: estruturar para crescer ou crescer sem estrutura. Infelizmente, não são poucos os casos em que a segunda opção é a escolha feita.


Profissionalizar o departamento financeiro da empresa é de extrema importância para um negócio ser sustentável. Ter dados financeiros confiáveis, que representem a real situação econômico-financeira da empresa é um pressuposto básico para o crescimento.


Hoje em dia, ainda existe um preconceito com o departamento financeiro. Ainda paira aquela sombra de que o financeiro é quem “engessa” o negócio, quem burocratiza tudo.


Neste cenário, faço duas observações:


1 – Para os empreendedores: se o seu negócio não é gestão, não tenha receio de contratar um profissional qualificado para gerir seu negócio e ser seu parceiro na expansão do seu negócio. Tenha em mente que há um ponto de equilíbrio entre controle e velocidade. Quanto menor o controle, maior a velocidade de se tomar a decisão. Porém, o custo deste cenário, é tomar a decisão sem informações ou em falsas informações. Quanto maior o controle, menor a velocidade na tomada de decisão. Mas este cenário permite que a decisão seja mais assertiva e confiável. Busque um profissional que o ajude a encontrar o equilíbrio onde você possa tomar a decisão na maior velocidade possível e com as melhores informações.


2 – Profissional da área financeira: se você ainda pensa que ser um gestor financeiro e ter todos os controles em dia é o ápice da sua área, sinto dizer que você está extremamente errado. Proporcionar um ambiente controlado e com informações confiáveis é o mínimo que um profissional da área financeira deve fazer. O financeiro de hoje tem a responsabilidade estratégica na condução do negócio. Seja alertando sobre os eventuais riscos em cada cenário de tomada de decisão, seja suportando o negócio para atingir as metas traçadas.


Posts Recentes
Arquivo